Quem somos

Clique aqui para ver o vídeo do Hino dos Enfermeiros Obstetras Portugueses


Equipa APEO 2020-2024

Membros da Direção

Presidente: Vitor Manuel Leão Batista Varela (sócio 1)
Vice-Presidente: Isabel Maria Fonseca Ferreira (sócia 417)
Secretaria: Arminda Anes Pinheiro (sócia 293)
Secretaria: Patrícia Dias Sancho (sócia 619)
Tesoureiro: Pedro Miguel Pereira Costa (sócio 621)
Suplente: Sara Elisabete Cavaco Palma (sócia 550)
Supente: Carla Cristina Alves da Silva (sócia 623)

Assembleia Geral

Presidente: Márcio Filipe Moniz Tavares (sócio 615)
Secretaria: Maria Manuela Nené Cordeiro (sócia 41)
Vogal: Patrícia Meneses Oliveira Duarte (sócia 620)
Suplente: Carolina Miguel Graça Henriques (sócia 622)
Suplente: Lígia Sofia Cavaleiro Lobo Ferreira (sócia 419)

Conselho Fiscal

Presidente: Sérgio Rui da Silva Lança Carinhas ( sócio 618)
Secretária: Maria Alexandra B. P. Paes do Amaral (sócia 7)
Vogal: Ana Lúcia Esteves Torgal (sócia 557)
Suplente: Luís Manuel Pinto Miranda (sócio 248)
Suplente: Lisete Mendes Veiga (sócia 570)

Comissão de ética

Presidente: Professora Doutora Ana Poeira, ESS|IPS
Vice Presidente: Professor Doutor Márcio Santos, UAz|ESS                                                                  Professora Doutora Emília Costa, ESSUAIg
Professor Doutor Mário Santos, ISCTE-IUL
Professora Doutora Paula Prata, ESEP                      Professor Sérgio Carinhas, ESS|IPPortalegre EESMO Vítor Varela, Centro Hospitalar de Setúbal EPE

Comissão de Apoio Técnico

Ana Sofia PIres
Andreia Vanessa Afonso Soares Gonçalves
Catarina Sofia Paiva Fonseca Gomes Freitas Amaral
Cátia Susana de Sousa Quintas
Daniela Neves Silva
Dina Márcia Borges Pereira
Joana Patrícia Outor Soares Castro Faria
Manuela Maria da Conceição Ferreira
Maria Arminda Rodrigues Alves Pereira Nunes
Maria Elisabete Custódia Santos
Maria Iolanda Camacho Reis
Maria Teresa Santana Félix
Paula Maria Sequeira Pereira
Raquel Cardoso Cajão
Rosália Maria Gomes Marques
Susana Inês Baptista Carvalho

Candidaturas APEO

Caso tenha interesse em colaborar ativamente com a APEO, juntando-se ao nosso Comité de Apoio Técnico, envie a sua candidatura para apeo.portugal@gmail.com

O que se espera do membro da CAT
Os membros da CAT compartilham a sua experiência nas reuniões da APEO e sempre que forem solicitados no apoio às promulgações das decisões do Direção, assim como discutir, analisar e orientar a Direção no cumprimento das suas responsabilidades estratégicas/operacionalidade e de governação.
Os membros da CAT são a face pública e porta-voz da APEO, em parcerias estratégicas, em reuniões e eventos nacionais e internacionais, quando nomeados.

Elegibilidade
Os candidatos a membros da CAT, devem atender aos requisitos de elegibilidade detalhados no anexo 1 deste documento (ver abaixo), com base nas suas competências para desempenhar os requisitos da função, além dos listados abaixo.
Apresentar CV detalhado, do seu trabalho desenvolvido na área da ESMO.
Apesar de estarmos a falar de trabalho em “voluntariado”, os membros da CAT devem dedicar entre 20 e 30 dias por ano (em média) no cumprimento das suas funções, nesta Comissão. O compromisso de tempo em funções na CAT, será revisto pela Direção anualmente, usando os dados do ano anterior.

Responsabilidades
Os membros da CAT têm responsabilidades específicas no envolvimento desta Comissão, em termos regionais, nacionais e internacionais:
Manter-se informada/o sobre as atividades e desenvolvimentos profissionais, políticos e sociais na sua esfera de atuação, comunicando-as em reunião mensal, calendarizada para o efeito.
Ou sempre que achar urgente.
Para tal deve utilizar os contatos por email apeo.portugal@gmail.com ou apeo.secretariado@gmail.com ou o telemóvel da APEO – 918492122.
Explicar o trabalho e os valores da APEO para todos os colegas EESMO/Parteiras.
Contribuir para a agenda mensal da reunião Direção + CAT.
Poder participar em atividades profissionais em nome da APEO, sempre que solicitado para promover os objetivos, atividades da APEO. Estas atividades podem incluir a troca de informações, visitas institucionais ou reuniões profissionais e de negócios.
Fornecer anualmente um relatório por escrito à Direção, sobre as principais atividades e desenvolvimentos em que participou e o desenvolvimento realizado na implementação da estratégia da APEO.
Atuar como aliada/o e embaixador da APEO, usando conexões, redes e recursos para desenvolver ações coletivas em apoio à missão da APEO.
Partilhar o seu conhecimento e experiência com seus colegas da CAT, reconhecendo seu papel ao considerar todas as perspetivas nas decisões da Direção da APEO.

Anexo 1

Princípios de governação democrática:
Orientação definida pela Direção para a admissão de novos membros na Comissão de Apoio Técnico.
1. Participação, representação.
2. Capacidade de resposta.
3. Eficiência e eficácia.
4. Abertura e transparência.
5. Estado de Direito.
6. Conduta Ética.
7. Competência e capacidade.
8. Inovação e mudança.
9. Sustentabilidade e orientação de e a longo prazo.
10. Boa gestão financeira.
11. Direitos humanos, diversidade cultural e coesão social.
12. Responsabilidade.

Os princípios serão aplicados da seguinte forma:
Todas as/os colegas/vozes de EESMO são bem-vindas e serão consideradas na tomada de decisões. As decisões serão tomadas de acordo com a vontade de muitos, respeitando-se os direitos e interesses legítimos de poucos.
Os objetivos, regras, estruturas e procedimentos da APEO serão comunicados e adaptados de forma a ir ao encontro das necessidades dos seus membros, sendo as reclamações e pedidos respondidos em tempo razoável.
A Direção realizará análises do seu desempenho pelo menos uma vez por ano para verificar se estão a ser cumpridos os objetivos do Plano Estratégico aprovado em Assembleia Geral. A Direção fará bom uso dos recursos da APEO.
Sempre que possível, as decisões serão tomadas de acordo com as políticas e procedimentos aprovados da APEO; informações sobre decisões ou a
introdução de novas políticas que não sejam consideradas confidenciais (conforme definido por lei para a proteção da privacidade), serão tornadas públicas e disponibilizadas aos membros da APEO.
Regras e regulamentos serão acordados, quando necessário, seguindo os procedimentos especificados em lei e serão aplicados de forma justa.
O bem-estar da APEO será colocado acima dos interesses individuais, e serão implementados processos eficazes para prevenir e combater todas as formas de corrupção.
A Direção estará motivada a melhorar sempre o seu desempenho, fortalecendo as suas habilidades e competências para oferecer boa governança, a fim de melhorar o seu impacto.
Uma cultura favorável à mudança será incentivada para alcançar melhores resultados; com vontade de conduzir ideias/programas inovadores e aprender com a experiência dos outros.
A Direção e a CAT adotarão uma visão ampla e de longo prazo sobre o futuro da APEO, com a definição do que pode ser necessário para o desenvolvimento e sustentabilidade. A consideração e compreensão das dificuldades históricas, culturais e sociais serão reconhecidas ao decidir as necessidades dos futuros membros e em tomar decisões profissionais, políticas e sociais.
Os riscos estratégico, financeiro, operacional e de conformidade serão avaliados e geridos com bom senso.
A diversidade cultural será encarada como uma mais-valia, e serão envidados esforços contínuos para que todos os membros sintam que têm um lugar na APEO, se identifiquem com ela e não se sintam excluídos. Os direitos humanos serão respeitados e protegidos, visando a unidade social e a proteção dos mais desfavorecidos.
A APEO e a CAT assumirão a responsabilidade pelas suas decisões e ações e estarão dispostos a prestar contas por elas se contestados.